O meu nome é...

"... o teu pensar, o teu sentir, o teu ser... Não sejas mais do que és... E então verdadeiramente serás..."

terça-feira, 12 de abril de 2011

e se não houver mais nada?

       Será possível, não haver mais do que isso? Mais do que uma repetição de acções diárias, deixadas às mãos do acaso? Nestes últimos meses, com todas as minhas forças, não vi, nem pensei em mais nada, senão tentar encontrar um sentido para a minha vida, pois sentia-me perdido… Contudo, o tempo acabou por trair-me, a solidão devastou-me, e a minha demanda acabou por revelar-se vazia, sem significado... Mas porquê? Entretanto, passaram-se alguns dias, longos dias, dias de angústia… Todavia, a minha persistência levou-me a uma simples pergunta: SERÁ QUE A VIDA TEM ALGUM SENTIDO?

segunda-feira, 7 de março de 2011

a minha própria SOMBRA...

      Mais um ano se passou; mais um inútil e vazio ano... Mas, porque me importa tal coisa? Não sei, talvez porque acredite que tenho apenas esta, e mais nenhuma outra vida, e por isso, quero desfrutá-la enquanto puder, fazendo apenas aquilo de que mais gosto, e assim, a cada novo dia, tento descobrir um sentido para a minha existência, e o meu lugar neste belo Mundo, misterioso, e complexo, mas cheio de simplicidade… Vem um dia, depois outro, e outro, e ainda outro... Mas é sempre o mesmo sol que me olha, e que me fita, constante e atento, a tudo o que faço… E assim, é sempre a mesma sensação de abandono, e um vazio de inutilidade que vive em mim, como se fossem a minha própria sombra

sexta-feira, 5 de março de 2010

Primeiro Aniversário...

Hoje, o meu blog faz um ano de Existência... É um pouco assustador, como o Tempo passou tão depressa...
Enquanto escrevo estas palavras, tento lembrar-me do dia em que o criei... Lembro-me de pouca coisa: depois de editar o essencial, as minhas informações pessoais e mais alguns aspectos técnicos do blog, já estava escrito, o meu primeiro texto para ser publicado (que com o passar do tempo foi sendo alterado, até chegar ao dia em que o eliminei).
Quando criei este blog, tinha umas ideias interessantes... Mas, infelizmente, com o passar do tempo, essas ideias, a pouco e pouco, foram ficando esquecidas, e nada correu como tinha previsto...
Hoje, faço uma pequena viagem ao passado sobre o ano que se passou, e chego à infeliz conclusão de que, para além de não ter feito nada do que tinha planeado, também não escrevi nada que valha a pena ser lido... Que treta!

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Caminhos Amaldiçoados...


Quanto mais procuro, mais perdido estou... Há tantos caminhos possíveis, que escolher torna-se insupurtável!

sábado, 19 de dezembro de 2009

Boneco De Marionetas...

Eu sei, e sinto isso todos os dias: neste momento, o caminho que percorro na minha vida, está a destruir-me, lentamente, como se eu estivesse a ser manipulado por algo, na sombra, como um boneco de marionetas, que a cada gesto ou pensamento meu, esse algo escarnece de mim, incessantemente...

sábado, 12 de dezembro de 2009

Maldito Cheiro!

O cheiro do fracasso na minha vida é tão intenso, que nem a água mais limpa é capaz de o afastar... Maldito cheiro!

Odeio-vos!

Odeio a minha preguiça, a minha falta de vontade e de interesse, a minha irresponsabilidade e, sobretudo o meu medo! Eles fazem-me sentir tão pequeno... Odeio-os, desmedidamente, infinitamente!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Uma Verdade À Margem...

É triste, mas esta é a verdade: infelizmente, nasci no Tempo, e no Espaço errado... Se esta não é a verdade, então não sei como explicar, o facto de me sentir à margem das pessoas com quem partilho a minha existência...